GEPE (Grupo de Estudos Paulo e Estêvão)

GEPE (Grupo de Estudos Paulo e Estêvão)


Todo domingo, 18:30, recepção (em frente à livraria)



_____________________________________

Gravações


Baixar livro (pdf)

Princípios do Grupo de Estudos da obra Paulo e Estêvão - todo participante deve ler


1.     Procurar sempre portar-se prudentemente, pois ninguém deve colaborar para quebrar a harmonia do grupo. Por isso, antes de se manifestar, pensar no Item 24 – Prece para pedir um conselho, no capítulo XXVIII de O Evangelho Segundo o Espiritismo:

“1o O que pretendo fazer pode causar algum prejuízo a outra pessoa?
2o Pode ser útil a alguém?
3o Se alguém fizesse o mesmo para mim, eu ficaria satisfeito?”

2.     Nosso grupo de estudos é presencial, e nos encontros ao vivo teremos melhores possibilidades de compartilhar reflexões que digam respeito à obra Paulo e Estêvão. Por isso, é importante guardar os ambientes virtuais de interação de maiores divagações.

3.     Nosso objetivo é estudar a obra Paulo e Estêvão, pelo Espírito Emmanuel, e não vídeos que interpretem a obra, mensagens edificantes que desdobrem trechos da obra, ou outras obras do mesmo autor espiritual. Por isso, não compartilhar links deste teor no grupo. Estas últimas, quando consultadas, deverão servir para ajudar no entendimento das lições trazidas na obra. Podemos refletir sempre, com a leitura de livros, assistindo vídeos, ouvindo áudios ou lendo mensagens, mas, no grupo, escolhemos extrair as lições do livro. Não é a quantidade do que se lê ou do que se ouve que determina nosso aprendizado, mas nossa capacidade de extrair de tudo que consultamos as lições. Deste modo, precisamos de engajamento e auxílio mútuo para manter o foco.

4.     Quando houver algo que destoe da proposta do grupo, precisamos do auxílio fraternal em não replicar, tais como: pedidos ou correntes de preces, ajudas com caridade material, comentários com viés político, dentre outras mensagens aleatórias; o(a) administrador(a) ou facilitador(a) se incumbirá de privadamente conversar com a (o) irmã (o), para explicar os princípios do grupo; se foge à proposta do grupo, não há porque iniciar uma discussão sobre o assunto.

5.     Nossa preocupação é viver a moral evangélica, por isso há uma diferença entre divergência e desrespeito. As diferenças, oscilações e perturbações devem ser vistas com naturalidade. E não há melhor proteção do ambiente que a convivência salutar, a postura cordial e calma, de entendimento acima de tudo e até de silenciar quando for mais útil. Pode (e deve) haver quem não concorde, mas se participa do grupo, deve procurar atender aos princípios do mesmo.

6.     O grupo visa suscitar reflexões próprias (dos participantes), com a profundidade possível, respondendo basicamente às seguintes perguntas:

“Que raciocínios consigo desenvolver a partir das lições lidas, discutidas e estudadas?”

“Quais práticas já realizo a partir das lições extraídas do texto lido?”

7.     É impossível esgotar as reflexões da obra nos encontros presenciais. A proposta é que este estudo se torne cíclico, contínuo, na casa (após terminar um ano, recomeçar), pois à medida que amadurecemos psicologicamente vamos interpretando a obra e extraindo lições cada vez mais profundas dela. Por isso, é importante controlar a ansiedade e lembrar de León Dènis:

“Seria preferível ler menos e refletir mais sobre o que se leu. É um meio seguro de fortificar nossa inteligência, de colher os frutos de sabedoria e beleza que nossas leituras podem conter”. Da obra O Problema do Ser, do Destino e da Dor, Cap. 24 A Disciplina do Pensamento e a Reforma do Caráter, pp. 396.

8.     Não compartilhar links a esmo, mas sim reflexões próprias acerca das experiências pessoais. Não é necessário mostrar que se sabe ou que se pesquisa, quando o objetivo do grupo é a revivescência do Cristianismo Primitivo, mesmo porque provavelmente não haverá tempo para acompanhar tudo.

9.     Este grupo é de todos, e são todos bem-vindos, mas aqueles que porventura não estiverem dispostos a estudar a obra com tal pureza proposta, têm a liberdade de buscar outras opções e grupos nos quais serão igualmente acolhidos e amparados. O grupo estará sempre de portas abertas para receber quem esteja disposto a estudar a obra.

Salvador, BA, 04 de dezembro de 2019 (Revisão 1). 
Versão original de 15 de novembro de 2019.

Programa

FRATERNIDADE ESPÍRITA IRMÃ SCHEILLA
PROGRAMA DO GRUPO DE ESTUDO DA OBRA “PAULO E ESTEVÃO”  – 2019.2

 AULA
DATA
ASSUNTO
RESPONSÁVEIS
1
21 JUL
Prefácio – Breve notícia
PATRÍCIA LINS

ALESSANDRA ARGOLO

MARIANA BEZERRA

e o Grupo de Estudo pressupõe a intensa participação de todos os integrantes
2
28 JUL
Primeira Parte – Cap I Corações Flagelados – Temática: A prisão da família de Jochedeb - pág. 13 a 32
3
04 AGO
Primeira Parte – Cap II Lágrimas e sacrifícios – Temática: A angústia da separação - pág. 33 a 45
4
11 AGO
Primeira Parte – Cap III Em Jerusalém – Temática: Jeziel torna-se Estêvão - pág. 47 a 64
5
18 AGO
Primeira Parte – Cap IV Nas estradas de Jope – Temática: Os votos de fidelidade de Saulo e Abigail - pág. 65 a 77
6
25 AGO
Primeira Parte – Cap V A pregação de Estêvão – Temática: A vingança aos adeptos do “Caminho” - pág. 79 a 92
7
01 SET
Primeira Parte – Cap VI Ante o Sinédrio – Temática: Adiada a execução da pena de Estêvão - pág. 93 a 107
8
08 SET
Primeira Parte – Cap VII As primeiras perseguições – Temática: Gamaliel conhece a Igreja do Caminho - pág. 109 a 119
9
15 SET
Primeira Parte – Cap VII As primeiras perseguições – Temática: O julgamento de Pedro, João e Filipe - pág. 119 a 129
10
22 SET
Primeira Parte – Cap VIII A morte de Estêvão – Temática: Abigail reconhece Estêvão - pág. 131 a 144
11
28 SET
Primeira Parte – Cap VIII A morte de Estêvão – Temática: Saulo se separa de Abigail - pág. 144 a 153
12
06 OUT
Primeira Parte – Cap IX Abigail Cristã – Temática: A morte de Abigail - pág. 155 a 168
13
13 OUT
Primeira Parte – Cap X No caminho de Damasco – Temática: “Saulo, Saulo, por que me persegues?” - pág. 169 a 179
14
20 OUT
Primeira Parte – Cap X No caminho de Damasco – Temática: O orgulhoso doutor de Tarso fiel ao Cristo - pág. 179 a 184
15
03 NOV
Segunda Parte – Cap I Rumo ao deserto – Temática: A ovelha perseguida vai buscar o lobo voraz - pág. 187 a 197
16
10 NOV
Segunda Parte – Cap I Rumo ao deserto – Temática: Saulo convertido vai até a sinagoga - pág. 197 a 208
17
17 NOV
Segunda Parte – Cap II O tecelão – Temática: Saulo se fixa no Oásis de Dã - pág. 209 a 222
18
24 NOV
Segunda Parte – Cap II O tecelão – Temática: A experiência da fraternidade com Áquila e Prisca - pág. 222 a 232
19
01 DEZ
Segunda Parte – Cap III Lutas e humilhações – Temática: Saulo bate às portas da casa do caminho - pág. 233 a 240
Encerramento


FRATERNIDADE ESPÍRITA IRMÃ SCHEILLA
PROGRAMA DO GRUPO DE ESTUDO DA OBRA “PAULO E ESTEVÃO”  – 2020.1

AULA
DATA
ASSUNTO
RESPONSÁVEIS
1
16 FEV
Segunda Parte – Cap III Lutas e humilhações – Temática: Saulo aprende as primeiras lições de obediência e humildade - pág. 240 a 256
PATRÍCIA LINS

ALESSANDRA ARGOLO

MARIANA BEZERRA

e o Grupo de Estudo pressupõe a intensa participação de todos os integrantes
2
01 MAR
Segunda Parte – Cap III Lutas e humilhações – Temática: Ama, trabalha, espera, perdoa – pág. 256 a 276
3
08 MAR
Segunda Parte – Cap IV Primeiros labores apostólicos – Temática: Na Igreja de Antioquia, com Barnabé – pág. 277 a 294
4
15 MAR
Segunda Parte – Cap IV Primeiros labores apostólicos – Temática: Saulo se converte em Paulo de Tarso – pág. 294 a 318
5
22 MAR
Segunda Parte – Cap IV Primeiros labores apostólicos – Temática: A primeira prisão e o apedrejamento do Apóstolo dos gentios – pág. 318 a 330
6
29 MAR
Segunda Parte – Cap V Lutas pelo Evangelho – Temática: Vivendo o Evangelho com desinteresse pessoal - pág. 331 a 353
7
05 ABR
Segunda Parte – Cap VI Peregrinações e sacrifícios – Temática: A companhia de Lucas e a frustração em Atenas - pág. 355 a 371
8
12 ABR
Segunda Parte – Cap VII As Epístolas – Temática: O Evangelho do convertido de Damasco - pág. 373 a 401
9
26 ABR
Segunda Parte – Cap VIII O martírio em Jerusalém – Temática: O convertido de Damasco é novamente apedrejado - pág. 403 a 417
10
03 MAI
Segunda Parte – Cap VIII O martírio em Jerusalém – Temática: Apelação a César - pág. 418 a 439
11
10 MAI
Segunda Parte – Cap IX O prisioneiro do Cristo – Temática: O martírio dos cristãos - pág. 441 a 448
12
17 MAI
Segunda Parte – Cap IX O prisioneiro do Cristo – Temática: “Lembrai-vos das minhas prisões” - pág. 448 a 458
13
24 MAI
Segunda Parte – Cap X Ao encontro do Mestre – Temática: O incêndio de 64 - pág. 459 a 470
14
31 MAI
Segunda Parte – Cap X Ao encontro do Mestre – Temática: O testemunho final - pág. 470 a 488
15
07 JUN
ENCERRAMENTO FINAL

Pré-requisito para participação: nenhum.